top of page

Respeita as Mina!




Hoje é um dia para refletir sobre ser mulher nos dias atuais.

Mesmo com tantas lutas, ainda presenciamos muitas desigualdades, misoginia, racismo, sexíssimo e violência... muita violência contra nós mulheres.

Para se ter uma ideia, em média, 500 mulheres sofrem algum tipo de violência por hora no Brasil.


Não falamos só de agressão, não! Humilhar, xingar, diminuir a estima, tirar a liberdade de crença, dizer que a mulher está ficando louca, controlar e oprimir a mulher, expor sua vida íntima, jogar objetos, sacudir, apertar os braços, forçar ato sexual, impedir a mulher a se prevenir de uma gestação ou obrigá-la a abortar, controlar dinheiro, reter documentos, quebrar objetos dela... Tudo isso são violências contra a mulher.


Muitas de nós já abrimos os olhos para as violências consideradas "banais", do tipo "você não vai sair com essa roupa" ou "esse batom vermelho é coisa de p...". Para essas e tantas outras, muitas de nós respondemos com um sonoro NÃO! Mas, muitas outras ainda não conseguiram se ver livres da subjugação.


Antes, dizia-se que "em relacionamento de marido e mulher não se mete a colher"... Mas... mete-se sim! A colher e a mão no telefone para ligar 180 e denunciar a violência doméstica.

No mercado de trabalho, infelizmente, ainda vemos muitas mulheres levarem muito mais tempo para alcançar cargos de chefia e, quando lá chegam, ganham muito menos do que homens para executar a mesma função.


Ainda vemos questões pessoais sendo levadas em consideração quando uma mulher busca recursos para empreender. Ainda vemos mulheres tendo sua capacidade intelectual diminuída seja pela cor da pele, estilo, crença, opinião, aparência ou orientação sexual.

Isso precisa mudar! O mundo é mais nosso do que dos homens! Só no Brasil somos mais de 51% da população!


Ao longo dos tempos, fomos ensinadas a competir umas com as outras, mas essa realidade precisa mudar. Precisamos nos unir cada vez mais se quisermos que tudo isso que descrevi, fique apenas reservado à essas palavras e deixem de ser realidade.


Reflita seu papel na sociedade, minha amiga! Seja o mulherão da porra que você merece ser!

E quanto aos ditos "machos de plantão" RESPEITA AS MINA!


Se quiser saber mais sobre esses termos que coloquei aqui nas hashtags, é só assistir esse vídeo abaixo:


Um grande abraço!



Posts recentes

Ver tudo
bottom of page