top of page

Como escrever textos mais atrativos

Atualizado: 9 de jul. de 2019

Você já teve aquele branco ao tentar começar um texto? Já ficou horas a fio em frente ao computador sem digitar uma linha sequer?

Eu sei bem como é isso! Temos um ótimo tema na cabeça, mas não temos a mínima ideia por onde começar. Muitas pessoas passam por isso todos os dias.



Você pode escrever textos incíveis
Escrever textos atrativos requer leitura e muita criatividade

Escrever é uma arte e o famoso “branco” faz parte. Há escritores renomados que passam dias e até meses sem escrever absolutamente nada por causa do danado do “branco” ou vazio criativo.

Mas vou te dar algumas dicas bem práticas para você conseguir escrever textos bacanas e colocar para fora as ideias que estão na sua “cachola”.

A primeira coisa é – para escrever bem é preciso ler! Parece clichê, e é, mas é fundamental para escrever bem. Quanto mais lemos, mais nosso cérebro é capaz de criar novas conexões e novas experiências.

Se você não tem o hábito da leitura, comece escolhendo temas que goste bastante (a internet está recheada deles), assim você consegue ler mais e, é claro, aprender mais.

Tenha em mente que sempre tem algo a mais que podemos aprender e que conhecimento não ocupa espaço!

A segunda dica é – se não está muito familiarizado com o tema que escolheu escrever, pesquise e anote os pontos principais. Automaticamente, você acaba criando uma linha de raciocínio.

Depois de entender melhor e de buscar algo novo sobre o seu tema (muito importante nos dias de hoje), abra um arquivo no computador ou peque papel e caneta e... escreva!

Nossa! Mas “perai” Fabiana, simplesmente escrever? Sem regras, sem técnica?

Sim! Escreva suas ideias como elas surgem! Parece estranho o que estou te dizendo, mas se você ficar muito focado em regras e métricas, você se desfoca do principal, que é colocar suas ideias no “papel”!

Depois de escrever tudo o que queria, aí sim, você vem corrigindo e lapidando seu texto.

Lembre-se! Você já havia feito anotações e, com certeza, mesmo sem querer, estabeleceu uma ordem para suas ideias, então agora é só lapidar!

Leia, releia e, se possível, dê seu texto para outra pessoa ler. Nossos olhos viciam e muitas vezes não encontramos erros primários como um erro de concordância, por exemplo.

Outra dica muito importante! Cuidado com os erros de grafia. Não tem coisa pior do que estar lendo um texto e encontrar palavras como “agente” no sentido de nós, por exemplo. Se não tem certeza como se escreve tal palavra, por favor, recorra ao querido Google, ele te conta tudinho! Por isso, é fundamental revisar seu texto.

Procure fazer frases curtas. Emendar uma ideia na outra deixa o texto confuso e sem nexo. Muitos leitores se perdem no meio de um parágrafo gigante.

Quem aqui já “perdeu o fôlego” ao ler “Ensaio sobre a Cegueira” do José Saramago. Eu já! O escritor é um gênio, até pelo fato de passar a agonia da situação através da pontuação e dos longos parágrafos do livro.

Mas, como nem eu nem você somos o Saramago, melhor fazermos parágrafos menores mesmo!

E por fim, pense em títulos atrativos, que chamem a atenção para a leitura. Hoje em dia, as pessoas não têm paciência para passarem muito tempo lendo. Por isso os vídeos estão “bombando”! Mas, se você criar títulos e primeiras linhas bem atrativas, a probabilidade de os leitores tirarem um tempinho para “ver” o que você tem a dizer, são bem maiores!

Em breve, vou escrever outro post com dicas mais técnicas para escrever bem. Comece com estas dicas de hoje! O melhor caminho para escrever bem é escrever!


Um grande abraço!

Fabiana Cunha




18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page