top of page

Vídeos | Dicas para você se sair bem na frente das câmeras

Atualizado: 12 de out. de 2019

Produzir um vídeo hoje em dia não é mais um bicho de sete cabeças e muito menos vai te custar um caminhão de dinheiro.

Basta ter um bom celular e uma ideia na cabeça, não é!?

Bom, eu até poderia dizer que sim, masssss.... Infelizmente, não é bem assim!



Produzir vídeos é mais do que ter uma boa câmera e um belo cenário. É fundamental prestar a atenção em como e qual conteúdo você entrega para seu público
Produzir vídeos é mais do que ter uma boa câmera e um belo cenário. É fundamental prestar a atenção em como e qual conteúdo você entrega para seu público


Geralmente, o primeiro passo para quem quer começar a produzir vídeos, é correr para a internet e pesquisar algo como: “como produzir vídeos”. Daí, vem uma enxurrada de resultados na busca. Até aí, ótimo! Tem muita gente competente na web ensinando como fazer bons vídeos, principalmente na parte técnica e operacional. Existem diversos tutoriais e blogs ensinando como montar o cenário, quais equipamentos usar, como fazer uma boa iluminação, produzir um roteiro, etc.


Mas.... Quem ensina a como você a como se portar da melhor maneira em frente ás câmeras!? Como dizer, o que dizer, como posicionar as mãos, o tom de voz, como usar a linguagem correta e por aí vai!


Produzir vídeos, dar sua opinião, ensinar algo, requer habilidade e muita, muita responsabilidade com o que vai dizer.

Bem, eu posso dizer, com a minha experiência em TV que, em primeiro lugar, para atingir uma boa qualidade de vídeos, é preciso treinar bastante.

Eu observo muito como as pessoas produzem seus conteúdos em vídeo, seja para o stories do instagram* e para o youtube, por exemplo, e vejo que todos parecem seguir a mesma receitinha de bolo.


Vou citar aqui coisas que acho que não ficam legais (e que fique bem claro que é a minha opinião, tá)!


1º - Gritar no vídeo!

Não tem necessidade de gritar, isso não mostra empolgação e sim despreparo. A pessoa já começa o vídeo numa “baita animação”, como se quisesse chamar a atenção de qualquer jeito. Não precisa! Não é assim que você ganha um inscrito.


2º - Ficar um longo tempo pedindo para seguir, se inscrever, curtir etc.

Não precisa! E, na minha opinião, é chato. A pessoa não vai se inscrever no seu canal porque você pediu, ela vai se inscrever se ela se interessar pelo seu conteúdo. É super válido pedir, mas não precisa ficar explicando o porquê ela precisa se inscrever. Faça um bom vídeo que a inscrição é quase automática!


3º - Ficar “enchendo linguiça” nos primeiros 15 segundos.

Esse tempo inicial é fundamental para atrair a atenção das pessoas, diga logo a que veio! Não perca tempo explicando demais o que vai fazer, você tem o resto do vídeo para fazer isso! Seja objetivo nesse começo.


4º - Não comece seus vídeos sempre do mesmo jeito.

É bacana sim você ter sua identidade, seu jargão ou seu caco, mas procure diversificar a forma como você começa cada vídeo. Assim, você está entregando um vídeo diferente e criativo a cada produção.


5º - Não se preocupe demais só com cenário.

Não estou dizendo que ele não é importante, não é isso! Mas tão ou mais importante que o plano de fundo do seu vídeo é o conteúdo que você está entregando.

E uma dica importante – procure criar ou encontrar um cenário que esteja alinhado com as suas ideias. Se não consegue criar um, minha sugestão é: quanto mais neutro melhor. Afinal, quem tem que aparecer é você e seu conteúdo, não as luzinhas penduradas na parede.


6º - Não discuta com as pessoas nos comentários.

Se você se predispôs a fazer vídeos, tem que ter em mente que não vai agradar a todos, isso é óbvio! Seja educado, respeite o ponto de vista do outro. Responda-o de maneira educada, mas se posicionando. Não esqueça que Haters existem em todos os lugares e se você se focar só neles, você vai acabar com suas energias minadas para produzir materiais bacanas! Foque no que você realmente interessa – seu conteúdo!


7º - Não fale por cima do seu entrevistado.

Traduzindo, não o interrompa. Se você vai dividir câmera com alguém, combine com essa pessoa antes o tema que vão abordar, quanto tempo de vídeo você planejou e como vai ser a gravação. Não tem coisa mais chata do que você estar interessado na fala de uma pessoa e o entrevistador interromper a linha de raciocínio do entrevistado. Como diz Sandra Annemberg, “que deselegante”.

Uma dica minha é, bata um papo fora das câmeras, diga que você pensou em fazer um vídeo mais curto e que você precisa que as respostas sejam mais objetivas. Outra dica é fazer um roteiro de perguntas que você quer abordar. Geralmente, entrevistados que não tem muita experiência de vídeo te perguntam “o que você vai me perguntar? ”. Não diga exatamente as perguntas que vai fazer, isso pode fazer com que seu entrevistado tente decorar as respostas. Daí, se ele errar uma vírgula do que ele decorou, você vai ter que começar a pergunta outra vez, ou então vai ter um trabalhão na edição para cortar o branco dele e encaixar tudo sem perder o ritmo.


Esse tema é bastante longo e se eu for falar tudo aqui, esse post vira um livro! Risos.


Mas, para finalizar, eu vou dar mais algumas dicas valiosas, agora sobre a sua postura!


  • Procure gravar em um plano mais aberto, principalmente se você tiver uma câmera só. Depois, na edição, você pode aproximar mais. Se o seu plano estiver fechado, você perde a chance de fazer takes diferentes. É legal você gravar em plano médio (na linha da cintura) ou plano americano (um pouco acima dos joelhos). Lembrando sempre de deixar, pelo menos, um palmo de distância entre sua cabeça e o topo do vídeo.

  • Monte sempre um roteiro com as principais ideias. Assim, você não fica perdido no que vai dizer!

  • Procure manter a coluna reta, ficar muito "largado" na frente da câmera passa um ar de desleixo e que você não se importa tanto assim com quem está assistindo. Não precisa parecer que tem um cabo de vassoura nas costas, só se posicione de mais ereta, com os ombros abertos, fica mais bonito no vídeo (e para as moçoilas - fica mais elegante... risos).

  • Cuidado com os gestos. Procure não gesticular muito aberto. Tudo o que você faz na frente da câmera ganha mais visibilidade. Por isso, gestos muito intensos desviam a atenção eles e não para o que está dizendo. Mas, olha! não é para ficar em posição de estátua não, viu! Só controle um pouquinho.

  • Não tem problema dar uma espiadinha no seu roteiro. A não ser que você seja um ator e esteja dando o texto de uma cena, você não precisa decorar o que vai dizer, apenas entender como vai desenrolar as ideias.

Outra coisa, lembre-se! É bem diferente fazer vídeos para a TV e para a web. Na TV você trabalha com a comunicação de um para muitos, ou seja, uma pessoa falando para um grande número de pessoas. Já na internet, essa comunicação é mais pessoal, de uma para um. Então evite o plural. Exemplo: Em vez de dizer, “hoje eu fiz um vídeo para vocês”, diga: “hoje eu fiz um vídeo para você”. Fica mais pessoal, você está falando com uma pessoa. É como se o vídeo fosse feito especialmente para ela!


Enfim, essas são as minhas dicas!


Tem alguma dúvida ou quer dar sua opinião? Escreve aqui nos comentários.


Quer aprender mais e ficar fera na produção de vídeos?!

Clique aqui e me chame para saber mais sobre o treinamento que desenvolvi para quem quer se aventurar nesse delicioso universo de fazer vídeos!


Um grande abraço e até o próximo post!


*Stories do Instagram - em breve eu vou escrever um novo post falando só desse "carinha" aí! :)


125 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page